SOBRE NÓS  |  ASSINE  |  ANUNCIE   

Revista KidZ © 2019 

Corpo em movimento

#EducaçãoFísica

Pequenos esportistas

Natação, ginástica, futebol ou artes maciais. Não importa a atividade! Todas elas vão trazer benefícios físicos, emocionais e até de aprendizado para as crianças desde os primeiros anos de vida

D. Arruda

Por

Compartilhe

  • Compartilhe no Whatsapp
  • Compartilhe no Facebbok

Movimente o corpo! Essa é uma recomendação unânime dada por médicos, educadores físicos e organizações de saúde. E quem segue essa orientação afirma que tudo funciona melhor, que tem mais disposição durante o dia e que os benefícios para a saúde são incalculáveis. Diante de tantos resultados positivos, os pais, mesmo aqueles que não tiveram esse estímulo quando criança, estão incentivando nos filhos o gosto pela atividade física. Essa é uma atitude positiva, mas também requer cuidados e, com uma ajudinha profissional, os resultados são ainda melhores.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que crianças e adolescentes devem fazer uma atividade física, de moderada e intensa, de até 60 minutos por dia. E para a OMS atividade física é qualquer movimento corporal que resultem em gasto de energia. Aí estão incluídas, portanto, as atividades de lazer em família e as brincadeiras de rua. O importante é que a criança se movimente pelo menos 10 minutos em cada uma delas. Para a OMS, no entanto, o exercício físico é um tipo de atividade física que requer orientação profissional e, consequentemente, traz resultados mais visíveis e direcionados.

 

O primeiro ponto para que a criança faça uma atividade física mais específica é gostar do exercício escolhido. É que nessa fase, tão importante quanto se exercitar, é ter interesse pelo que se faz. As crianças ainda não têm maturidade para perseverar em atividades que não despertam a atenção delas. Por isso, para a educadora física da Veritas Corpo e Mente, Emanuelle Caetano, a atividade ideal é sempre aquela que a criança tem maior interesse. “As crianças podem gostar de várias atividades, cabe ao pai orientar e optar por aquela que mais desperta o interesse do filho. Atividades como natação e ginástica são mais globais e excelentes escolhas para crianças nos primeiros anos de vida. Com o passar do tempo, a própria criança se molda e fica fácil decidir quais atividades elas têm mais afinidade”.

O importante é que as crianças, ao longo de seu desenvolvimento, sejam ativas para que tenham um crescimento saudável. A atividade física infantil ajuda no desenvolvimento motor, na disciplina, na interação social, além de diminuir a ansiedade, o stress, melhorar o sono e aumentar as chances de um futuro mais ativo. “Os pequenos podem e devem começar a prática de atividades o quanto antes”, afirma Emanuelle. Ela reforça que os exercícios físicos são sempre lúdicos e trazem bem-estar. “Por isso, precisamos sempre incentivar e mostrar a importância desde cedo, oferecer opções variadas e fazer com que as crianças vivenciem a maior quantidade de atividades, brincadeiras, jogos e movimentos”.

 

Mas isso pode ser feito desde bebê? Sim! E a atividade campeã de indicação nesse começo é a natação. Outra coisa importante é que não existe um horário específico para a prática física. O ideal é ajustar esse momento à rotina da criança de modo que não atrapalhe o descanso ou as atividades de desenvolvimento intelectual. Para a educadora física, o meio da manhã ou da tarde são bons horários. “Lembrando que a atividade física também deixa a criança mais agitada”, afirma ela. E é por isso que não é bom que seja feita próximo aos horários que a criança costuma dormir.

 

De maneira geral, os exercícios físicos ajudam no desenvolvimento motor da criança, promovem o crescimento, mantém e desenvolvem a flexibilidade. Também melhoram a postura e o equilíbrio, a autoestima e contribuem para manter a criança numa faixa de peso saudável. Além disso ajudam na interação social, no foco e nas atividades que exijam concentração dentro ou fora do contexto escolar. Veja agora, os benefícios de algumas atividades específicas:

 

Natação

 

É conhecida como um esporte completo. Ela melhora tanto o condicionamento físico, quanto o desenvolvimento cognitivo da criança. Fortalece os músculos, ajuda na respiração, ajuda a desenvolver diversas outras habilidades motoras. Muitos pais escolhem essa atividade porque, além de ser muito divertida para a criança, possui a vantagem da segurança e sobrevivência.

 

Atividades que envolvam bola (futebol/vôlei/basquete)

 

Esportes coletivos são excelentes para a socialização, pois aumentam o convívio social e estimulam a competitividade saudável. Também melhoram a autoestima, o condicionamento físico, a capacidade respiratória e o ganho de fortalecimento muscular. Além disso, ajudam a criança a desenvolver autoestima e confiança no próximo.

 

Danças (balé/jazz/ginástica)

 

Atividades de dança promovem o crescimento, mantém e desenvolve a flexibilidade, melhoram a postura, o equilíbrio e a autoestima.

 

Lutas e artes maciais (karatê/jiu jitsu/judô)

 

Essa prática não só agrega atributos físicos às crianças (como desenvolvimento motor, força, flexibilidade, equilíbrio etc.), como também desenvolve a disciplina, o foco, concentração e respeito ao próximo.

 

#pequenosesportistas

#esportesaúde

#atividadekidZ

#exercíciokidZ

Compartilhe

  • Compartilhe no Whatsapp
  • Compartilhe no Facebbok
Conheça e participe do grupo Modelos Kids Brasil e aumente as oportunidades para seu filho. Visite nosso perfil no Insta.
Conheça o Espaço Florativa. Faça seu evento conosco.